sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

NO NATAL, QUEM REALMENTE MERECE GANHAR UM PRESENTE?






NO NATAL QUEM REALMENTE MERECE GANHAR UM    
         PRESENTE?

As coisas então Voltam ao Normal
Cada um cuidando de sua vida e tal
Pergunto, qual foi o Efeito do NATAL?
Se efetivamente o espírito dito Natalino, fez em você algo sem Igual?

Meditando sobre uma Cultura propagada sob a ÉGIDE DA MENTIRA, que, tende a ficar sufocada.
Por que as Pessoas Acham mais Fáceis viver o errado?
A Submeter-se a Verdade do Evangelho POR JESUS ANUNCIADO?
QUANTO AO NASCIMENTO DO FILHO DE DEUS, E SEU PROPÓSITO?

“Porque Um Menino se Nos Deu” Isto foi um Presente de DEUS
Os Pastores, Reis; Anjos FORAM ADORA-LO,
E de Presentes o Menino Fora rodeado
Este exemplo por nós tem sido Lembrado?

Imaginei então, o Tilintar das Finas Taças de Cristais.
E dos Grandes Banquetes Regados a Muita Comida e Bebidas
Das trocas de Presentes entre Amigos e Familiares
Será que ADORAR AO SENHOR JESUS, foram Capazes?

Lembramo-nos de repartirmos o Pão
Preocupamo-nos com Aqueles que Não Tinham Nem o que Vestir?
Qual, portanto a razão de você e eu Existirmos?
Não devemos Honrar a Deus com a Nossa Vida?

E não Insista na MENTIRA DO PAPAI NOEL
Mas; lembre-se de GLORIFICAR A PAPAI DO CÉU.
Pois com o Nascimento do CRISTO, fora nos dado a OPORTUNIDADE.
De RECONCILIAÇÃO COM NOSSO PAI CELESTE

E desta forma, sermos LIBERTOS, do poder de satanás.
E em CRISTO JESUS; toda esperança se refaz.
Mudemos, portanto enquanto é tempo, para não vivermos uma eterna vida de lamento.
E vivamos a partir de Hoje a ALEGRIA DE UM NOVO NASCIMENTO.

                               Paulo Roberto


quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

DESTINO




DESTINO!

“Melhor é a boa fama, do que o unguento precioso, e o dia da morte, melhor do que o dia do Nascimento”.
“Melhor ir a casa onde Há luto do que ir a casa onde há banquete, pois naquela se vê o fim de todos os homens; e os vivos que o tomem em consideração” Eclesiastes 7.1,2.

É neste momento distinto que o homem conhece seu Destino
E nas veredas dos pensamentos meditam em seus desatinos
É onde vemos que a cobra fuma e a porca torce o rabo
Pois se é rico ou pobre se vê que a Tumba fria é o Destino

O dinheiro e o Poder que ostentavas? Ver-se valer mais nada.
E num velório Pomposo ou singelo
O Destino meu amigo; de um ou de outro é o Cemitério.
E olhe que o caso daí em diante é que é mais sério

Pois está escrito, e sem Relutância acredito.
Consoante Hebreus 9.27 “Depois da Morte, segue-se ao Juízo”.
E no julgamento de Deus não vai ter arrumadinho
Seja rico ou pobre; branco ou negrinho. Lá não terá peso seu Colarinho.


                                       Paulo Roberto

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

LUZ





                                      
                                                    LUZ


 Ha Ignorância que me Atormenta
Pois a Pobreza do Vocabulário minha mente Permeia
Como Externar com Palavras Tamanha Beleza

E na Linha Tênue da Lucidez e Loucura como falar com Ternura

Desta Beleza Que Desnudas, cheia de Encanto e Formosura
E tua Beleza Estonteante, Me Deixa Até Desconfortante
Porque por mais que Tente me Arrumar
Tua Sem Igual Beleza Vive a me Ofuscar

Mas, Cada Vez Mais Alegre Fico, Vivendo um Paradoxo sem igual
Porque Isto é Sensacional.
Pois Tua Beleza Com certeza erradia, Tal facho de Luz; que teu Reflexo; Cuja harmonia
Entre o Sol e a Lua; Alimentas-Me com UMA BELEZA QUE É SÓ TUA.        
             
                                              TE AMO.


                                  PAULO ROBERTO

sábado, 23 de novembro de 2013

NOVO AMANHECER!

                  

                                        NOVO AMANHECER

A chuva bate na janela
Como Chuva de Outono; quem pode entender.
Como o Sonho de que algo de novo possa Acontecer
E eu me Visse Renovado; a vontade de viver.

Como vencer a Melancolia
Se você espera ser tratado com simpatia
Será que isto, mudará um dia?
Como com o raiar de um novo dia

Seria tão simples, se dependesse Apenas de Nós.
E mesmo cercado de gente, Não nos sentíssemos a Sós!
E por diferentes que sejamos, pudéssemos falar uma só voz.
Mesmo com pontos divergentes, a Sociabilidade não chega a nós.

A culpa jamais estará na Vida
Cada um de nós, temos nossa responsabilidade.
De fazermos com que o outro seja um pouco feliz
E não nos preocuparíamos com tantas coisas banais


                                    PAULO ROBERTO

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

IRMANDADE É MUITO MAIS QUE PALAVRA!

                           


  
                      IRMANDADE É MUITO MAIS QUE PALAVRA

Feliz do que ainda pode ter e ser Chamado de amigo
Num certo momento da manhã fui Surpreendido
Quando Recebi uma mensagem: COMO VAI MEU AMIGO?
De quem recebi; muito me surpreendi; pois muito Honrado me senti.

Os Pensamentos Começaram a povoar minha mente; e a refleti comecei.
E lembrei-me de Grandes e Bons Momentos que com Este Grande Amigo Passei
Dai vi que não sei se sou Razão ou Emoção
Mas enquanto Trocávamos mensagens, Chorei.

A saudade que Invadia Minha Alma era Sem Igual
Pois Tínhamos desfrutado de momentos Profissionais sem Igual
E Contamos nos dedos; a Quem Realmente; Possamos chamar de Amigo.
Num mundo travestido; Insano; Ambíguo; Onde tudo é Desvirtuado; Fingido.

Então me lembrei de que neste mundo Covarde e Desvalido;
Existem Homens, Cunhados na Moral e que posso Chamar de amigo.
Antônio Silva Ramos; se mandares recado; por um Cachorro, na coleira amarrado.
Estarei Pronto Amigo; para lhe Atender o Chamado.

Porque a Consideração; Transcende a Hierarquia ou Posição.
E aqui Grande amigo; você tem Um Irmão.
E se precisar é só Falar; digo isto sem Pestanejar.
Pois por um amigo/Irmão; o que der pra rir dá pra chorar.



                              PAULO ROBERTO

terça-feira, 22 de outubro de 2013

SAUDADES DE MEU PAI!







                   SAUDADES DO MEU PAI


Hoje mesmo de Relance, me Acordei pensando no Senhor.
A saudade me bateu; e a lembrança me comoveu.
Lembranças de muito que aconteceu; eras amigo meu.
Jamais; nutri Raiva do Senhor; nem quando várias vezes me bateu.

As surras às vezes não Merecidas, sobre meu lombo desceu.
Mas, nunca tive um resquício de ódio no meu Eu.
Lembro-me, quando trabalhamos juntos o Senhor e Eu.
No roçado; pescando, no mercado, tanta coisa aconteceu.

As lembranças quando íamos ao campo ou à quadra juntos
As vezes que me acompanhavas também para me veres jogando
E na Primeira corrida que Participei; no trajeto tive tua companhia.
Como senti Pai, tua Partida; quem pode mensurar a Dor que eu Sentia?

Hoje te dedico esses humildes Versos
Simples sei; convicto eu confesso; meu VELHO AMIGO.
Mas nesta vida; que muitos filhos, pelo Pai, não têm simpatia.
Haverão de sentir; ou não; quando perde-los um dia

Contudo Pai, no Argui de minha Consciência.
Ensinaste-me a andar e a viver com decência
O teu legado; Pai; Honrarei por toda vida;
Orgulhando-me que sempre que pude; vivo como o Senhor; COM EXCELÊNCIA.



                                     Paulo Roberto

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

ESTEREÓTIPO



                                            ESTEREÓTIPO!

Então resolvi nisto Meditar
E uma Resposta Plausível Encontrar
Porque existem Pessoas a Nos Observar
Com o Fito de em Sua Vida Optar

Em que Pese minha LIBERDADE!
Não confundindo com Libertinagem
Não mais Aceito a Certas Coisas me Furtar
Se com minha Atitude; o Evangelho Não Macular.

O ESTEREÓTIPO SEGUNDO VISÃO ALHEIA
NÃO PODE AOS RUDIMENTOS DO POVO ME SERVIR DE CADEIA
POIS A PALAVRA DE DEUS ME É POR CANDEIA
E ESTE CONVENCIMENTO; O ESPÍRITO SANTO; A MINHA ALMA SEMEIA.

Desta Feita, Isto sim me Importa.
Pois aos Olhos Humanos; muitos até “BEM SE COMPORTAM”.
Só que para Muitos pecados, o seu coração tem aberto à porta.
E agradar a Deus com convicção, ISTO SIM ME IMPORTA!


                                        PAULO ROBERTO

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

LUTA PELA LIBERDADE!





                              LUTA PELA LIBERDADE

A mediocridade de certos seres humanos me estarrece
A falsidade; que permeia a vida de pessoas que por si empobrece.
Falha; imperfeição; tenho; e não é pouco não.
Mas fui cunhado na integridade; na amizade; e duas caras? Não tenho não.

Uma coisa, portanto me envaidece; e sei que isto muitos merecem.
Pois no peito ufana a credibilidade; não a falsidade.
Que a muitos têm arrastados; pela inconstância de moral.
Isto; pra mim? Não é normal; empobrece; entristece e a muitos desfalecem.

Mas de cabeça erguida; sigo a minha sina; pois isto não me contamina.
E se a pena que tenha que pagar é de alguns me afastar?
Farei isto sem pestanejar; para que minha vida não queiram com eles arrastar
E na crença de que se não o mundo ou alguém; você; possa mudar.

Seja você; mantenha-se honrado; não se deixe ser amordaçado.
Pois se o estereótipo de ser bom é ser capacho
Sento-me neste quesito reprovado; pois não nasci pra ser manietado.
Um preço lá na cruz; por mim foi pago.

O Filho de Deus por nós foi sacrificado
E nesta lida; por viver uma vida santa; tenho me esforçado.
Mas; a nefasta escravidão; que tenta nos impor no tapetão.
A quem interessar possa; subserviência em mim? Vocês não encontrarão.


                                     PAULO ROBERTO

sábado, 12 de outubro de 2013

PLENA FELICIDADE!

                                      
                                                   PLENA FELICIDADE!



Quem Resolveu definir Felicidade?
Como se aqui Nós Alcançássemos?
Como encontrei Muitos que Acreditassem
Nada; Momentos Apenas que Vivemos; é disfarce.

Podemos passar por “MOMENTOS FELIZES”
Duradouros ou Não; por mais que Insistisse.
Caí na real, Por si só não Subsistem.
São Efêmeros; Parcos; ÀS VEZES SANDICES.

Não Obstante; Não me furtei em Procurar.
Então, em JESUS, CONSEGUI ACHAR.
Um porto Seguro em que Pude me Atracar
 Contudo; Felicidade Plena aqui na Terra Não Posso Esperar.

SÓ NO CÉU de Graça Então Encontrarei
A Felicidade que Tanto Almejei
Pois o Cordeiro Santo de Deus; todo pranto então Fará Cessar.
É neste Anseio; então, que vive minha Alma Desfrutar.

Pois Ela é Insistente; Não Desfalece nem se cala.
Porque é esta esperança, que Afaga a Minha Alma.
De Num Céu de Glória com meu SENHOR ESTÁ
E DE PLENA FELICIDADE; MINHA ALMA; MEU ESPÍRITO ENTÃO SE FARTAR.


                                                 PAULO ROBERTO

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

SIMPLESMENTE LIVRE


                     SIMPLESMENTE LIVRE
  



Vivemos num Estado que Tudo gira em torno da Política
Hora regado por Pretensos Expert no Assunto
Às vezes Um Bando de Desocupados; Subservientes; Manietados.
Que Beleza; Isto Pode Dizer; Não é o Meu Caso.

Forjado Nos ditames da Moral e dos Bons Costumes
Nossa Família Segue Em Frente; Libertos e Cobertos com Bom Betume.
Calafeteados de forma que Não Sejamos vilipendiados por Costumes
De Subterfúgios Partidários que Sujam e Maculam pessoas não Imunes

A quem Pense que Eu Queira Aparecer
Como se Melhor que Alguém Quisesse ser?
Só Não Somos Capachos de Políticos que Estejam ou Não no Poder.
As Famílias: Veloso; Queiroz; Lima; Silva e Outros; NÃO VÃO SE SUBMETER!

O BRASIL; O NORDESTE; A PARAÍBA PRECISA DE MUDANÇAS.
E EU NÃO GOSTO DE FICAR NA RETRANCA
NÃO ANULO; NÃO VOTO EM BRANCO; NEM DEIXO DE VOTAR! 
NOSSA MISSÃO? A QUEM NÃO ESTÁ CORRESPONDENDO?DE O TRONO TIRAR


                                          PAULO ROBERTO

sábado, 28 de setembro de 2013

VONTADE DE VIVER!




VONTADE DE VIVER

Este pode ser um dia como outro
Cheio de Alegria ou Desgosto
É contrassenso; é Oposto.
É o Antagônico fazendo o seu oposto

Mas, o Paradoxo Existe.
Talvez por isto Você não Desista
Porque as Coisas nem Sempre são o que parecem
E quando Lutamos e/ou Acreditamos, Algo Acontece.       
                                
O Pior das Coisas é quando o Espírito Desfalece
E nossa Fé desaba, e o Ser Enegrece.
E nosso Espírito então Empobrece
É como o Chão sob Nossos Pés Já não Estivesse

Mas Algo Grita dentro de Nós Insistente
É a VONTADE DE VIVER que nos REJUVENESCE
Então algo de Novo Acontece
Pois os Problemas; As Fraquezas e Angústias A NÓS SE SUBMETEM.


                                    PAULO ROBERTO

terça-feira, 24 de setembro de 2013

FULGOR DE UMA PAIXÃO!




                          FULGOR DE UMA PAIXÃO!

Então; é Primavera; aos Românticos; Nostalgia; épocas das Flores.
Num misto de desalentos e contentamentos; vivemos nossos momentos.
Então pensamos nesta estação, como uma Renovação de Amores.
Pois Numa Harmonia sem Igual; o solo encharcado faz surgir as Flores.

A tarde um sol deslumbrante, embeleza o céu de forma Maravilhosa;
 Encanta-se; quem, ao menos para pra perceber estes pormenores;
Haja vista que nos preocupamos com coisas tão menores
A Paixão invade a minha Alma, Afaga meu coração de forma Contagiosa.

A noite chega; depois de um dia ensolarado a chuva cai.
Uma mudança descomunal; como se o inverno desse um adeus; e se vai.
Mas; de forma Harmoniosa; tudo se refaz; pois o Criador sabe o que Faz.
Uma coisa, no entanto tenho certeza; procuro entender a Natureza e Sua Beleza.

Que independente da estação; a vida tem sua beleza.
E que Vale apena entregar-se ao Amor e toda sua Sutileza
Vindo com Ardor todas  suas beneficies com Certeza
Pois é Algo Divino; e Faz Parte de Nossa Natureza.

Porque no argui de minha consciência eu tenho certeza
Que viver suas emoções nesta Nostalgia sem igual? Faço com presteza
Amar; Viver; Nossas Paixões; Não esperemos por épocas;
Outono; Inverno; Primavera ou Verão; quero amar sem Distinção.
Com Fulgor e com Paixão em Toda extensão do termo esta sem igual Emoção.


                                    PAULO ROBERTO

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

UM INFERNO NA TERRA!





                                    UM INFERNO NA TERRA! 

Mais um dia Apreensivo! Angústia Invade Minha Alma
É Ruim; Deitar-me e Acordar-me todo dia deste Jeito; como uma dor que não tem mais Jeito;
Parece que os Medicamentos; não estão fazendo mais Efeito.
Como? Se a Dose do Ansiolítico; Fora Aumentada?

A Publicação do Bol; teve NEFASTO EFEITO!
Como Uma doença que não tem mais jeito!!
Essa DOR E ANGÚSTIA QUE TRAGO NO PEITO;
A cada dia que Passa; Sinto  Quanto mau  a PMPB tem me feito;

Até nos ÚLTIMOS MOMENTOS de Minha Estada NELA; SOFRO ESTE APERTO;
MAS UMA VEZ; APUNHALADO PELAS COSTAS FUI;
POIS A JUNTA MÉDICA; NUM INFERNO EM TERRA ME CONDUZ!


                                   PAULO ROBERTO

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

DESTROÇO!




                                             DESTROÇO!


 A Tarde Chega; e Com Ela a Melancolia
A Face Apática; Semblante Caído; Já é Percebido;
Fingimento? Nunca foi o Meu Forte; quem me dera esta Sorte;
Ao menos Não Externaria; Nenhum Momento de Agonia

E passar certas Dificuldades; mais Fácil Ser-me-ia
A cada Passo; A Cada Opinião? Você se Esvazia;
Então Chega um Momento; em que Você mesmo se Pergunta!!
Quem Sou: Ou; o que Querem que eu Seja?

De um Mocinho a Marginal; Parece ser Tudo Igual!
Quem Dirá? São as Circunstâncias; ou o 4º Poder Legal?
Que de Uma Hora Pra Outra dada as Conveniências;
Ou Levados Pela Subserviência; Fazem em você; Um DESTROÇO SEM IGUAL!

                            PAULO ROBERTO

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

AS MISERICÓRDIAS DO SENHOR


















AS MISERICÓRDIAS DO SENHOR

 E a gente Vai Vivendo
Num misto de Alegria e Descontentamento;
Nato do Ser Humano; é Está Aberto aos Desalentos
Não Obstante; Continuamos vivendo

A vida Não é um Mar de Rosas;
Não dá para viver como se fosse Prosa
E Viver uma Vida de Aparência
Porque Também Temos Momentos de Turbulência

Todavia; Não Há Óbice de Ser Feliz;
Vivendo Em Confronto; com a Realidade que Às Vezes nos Contradiz
Porque a Felicidade tem Uma Matriz
É a Certeza do Pai que Nos Ama; É o que a Bíblia Diz

E é esta Convicção que Nos Mantém de Pé
Isto Chancela; Acredite quem quiser;
Pois as Circunstâncias; não me Fazem Esmorecer;
Vista que as Misericórdias do Senhor; Renovam-se a Cada Amanhecer!


                                        PAULO ROBERTO

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

A BATIDA DO MARTELO; QUE MACHUCA E MATA!

     




 A BATIDA DO MARTELO QUE MACHUCA E QUE MATA





Quem Pode Mensurar a Dor que Cristo Sofreu?
A cada Descida do CRUEL MARTELO; que sobre o prego Bateu;
A dor que Fere o Corpo; por Patente que Seja; Quem Pode Entender Ou Sentir?


Em toda a Sua Extensão? A Investida Dolorosa; Só Sabe Quem Sofreu;

Desta Feita quem pode ENTENDER; A DOR DUMA ALMA e Seu SOFRER?
Indivíduo que Somos; qual limite Possa se PERSCRUTAR?
Uma DOR que Insiste que Teima Em Não se Calar?
E DEFINHANDO como Vítima de um CÂNCER na Alma; Isto te Faz Sofrer

E MEU Algoz é UMA JUNTA MÉDICA; QUE Alheia há Tudo Pouco se Importa;
Quantos?? Sufocados Dalí; Não Saíram pra Própria Morte? Entregues à própria Sorte?

Quem? Por mais Medíocre que Fosse; Se Submeteria ao Menor Vexame que Fosse?
Quem almejou; com Esforço; Intento; ao mais Alto Nível; em sua Carreira Chegar!

Mas; Por Força Imperiosa; Dados aos Seus Não Poucos Limites; TUDO PRA CIMA JOGAR?
E ver seus Planos; Sonhos de Toda Uma Vida; em Toda sua Extensão; SE FRUSTRAR!
Apenas Tentar SER FELIZ; NESTE MOMENTO É O QUE QUERO;
A quase 03 ANOS de tratamento; PSIQUIÁTRICO E PSICOLÓGICO; É O QUE MAIS ANELO!

Portanto; NESTE ESCRITO; Pois Muito já Falei; Faço UM ÚLTIMO E CRUCIAL APELO
PERMITAM-ME; Ao menos SAIR de Cabeça Erguida; Entendendo que Lutei Com Primazia;
E QUE A INSTITUIÇÃO QUE UM DIA AMEI; DE TODO O MEU CORAÇÃO EU SEI
NÃO SEJA EM MINHA VIDA; O QUE NUNCA ACREDITEI;

O ALGOZ MARTELO; Que em Muito ME BATEU;
E SIM Aquela; QUE COM AMOR ME ACOLHEU; E UM DIA COM MINHA AJUDA CRESCEU
 E NA DESPEDIDA; EMBORA FRUSTRADO COM OS SONHOS MEUS;
DÊ-ME A FELICIDADE DE SAIR SENDO “SIMPLESMENTE EU!!

                                    PAULO ROBERTO

terça-feira, 6 de agosto de 2013

SER PARAIBANO!!



                        







                                   SER PARAIBANO

Ser Paraibano é ser forte
Paraibano Não é Levado a Própria Sorte
Paraibano Não é Coadjuvante
Paraibano tem um que de Contagiante

Paraibano é ser Mais que um Forte
Paraibano Não se Entrega a Própria Sorte
Paraibano Fora Forjado na luta
Paraibano a Muitos Sobrepuja

Paraibano Pode ser Sofrido
Paraibano que Muitas vezes fora Oprimido
Paraibano Traído por seu Sangue
Paraibano Surge como uma Fênix para Cobrar o que Lhe Tange

Paraibanos que às Vezes Serviram de Chacotas
Paraibano Visto; apenas como servente de Obras
Paraibano que ajudaram a este Brasil Crescer
Paraibano que nunca foram reconhecidos; mas FARÃO POR MERECER!

Paraibanos Ilustres Como Mencioná-los?
Palavras me faltariam; e Espaço aqui não Encontraria
Por isso externo com Alegria; e Com êxtase e euforia
Sou Paraibano; Sou Forte; Mato um Leão a cada dia


           PAULO VELOSO

domingo, 28 de julho de 2013

INFINITA GRAÇA!



                                          INFINITA GRAÇA! 

Então Deus em sua Infinita Misericórdia
Resolve Abençoar a Terra com um Novo Ser
E aos vinte oito dias do Mês de Julho me Fez Nascer
E de Uma Forma Paradoxal me Escolheu
Para estabelecer na Terra os Planos Seus.

Esse plano a Muito se estabeleceu
Pois Desde Um ventre de minha; Me Conheceu
E como Profeta; na Terra Me Estabeleceu
E em Seus Planos; então me estabeleceu

E nesta escolha; sinto-me honrado
Pois ELE confunde a Muitos; um bocado
Pois uma coisa vil deste mundo Escolheu
E hoje faço parte dos Planos Seus! GLÓRIAS A DEUS!!


                          Paulo Veloso!